Saturday, 22 de January de 2022
83.9.9606-0256
Geral Amazonas

Ouvidoria da Arsepam fecha ano de 2021 com mais de 4 mil atendimentos

07/01/2022 21h00
Por: Redação Fonte: Secom Amazonas
Foto: Reprodução/Secom Amazonas
Foto: Reprodução/Secom Amazonas

Maioria das demandas foi direcionada ao transporte hidroviário intermunicipal

A Ouvidoria da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados e Contratados (Arsepam) realizou 4.344 atendimentos no ano de 2021. Deste total, o serviço de transporte hidroviário intermunicipal de passageiros contabilizou 1.810 (41,67%), o maior número de acionamentos.

No ano passado, o modal rodoviário intermunicipal contou com 947 (21,81%) manifestações. As demais foram referentes ao gás natural canalizado (241 – 5,54%); juizado e viagens com menores de 18 anos de idade (147 – 3,39%); e 1.199 ligadas a assuntos diversos, como Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e carteira Passe Legal.

O diretor-presidente da Arsepam, João Rufino Júnior, destacou que o diálogo com a população sobre a execução dos serviços públicos é uma marca do Governo do Amazonas. O gestor compartilhou que o governador Wilson Lima orienta que sejam ampliados, cada vez mais, os canais de comunicação dos órgãos junto à população.

“Encerramos 2021 com pouco mais de 4.300 atendimentos registrados por meio da Ouvidoria da Arsepam. Esse número é inferior ao de 2020, e isso representa uma diminuição significativa de reclamações feitas por usuários dos serviços públicos delegados, sobretudo nos transportes intermunicipais rodoviário e hidroviário”, disse.

Ainda de acordo com o gestor, o resultado significa a intensificação dos trabalhos da Agência Reguladora ao longo de 2021. “Foram várias ações, mais de 53 mil fiscalizações que apontam para uma melhoria dos serviços públicos delegados. Conforme determinação do governador Wilson Lima, para 2022 seguiremos avançando nos trabalhos de fiscalização e ampliando nossos postos de atendimento”, concluiu.

À frente da Ouvidoria da Arsepam, a psicóloga Iuçanara Soares explicou que em 2021 ocorreu a queda de 31,65% no número de acionamentos, em relação ao ano de 2020, e que isso não representaria algo negativo. No período em questão, o departamento contou com 6.356 atendimentos.

“Em 2021, a população já tinha conhecimento do que podia ser feito e os cuidados a serem seguidos sobre a Covid-19. Diante disso, e da manutenção das medidas de circulação de pessoas, o número de demandas foi menor. A queda dos acionamentos pode ter sido motivada, também, pelos importantes avanços feitos nas equipes de fiscalização da autarquia no ano passado, o que certamente coibiu práticas irregulares que resultariam na abertura de chamado na Ouvidoria”, destacou a profissional.

Mais dados – A maior parte dos atendimentos da Ouvidoria realizados em 2021 foi via ligação, por meio do número (92) 98408-1799. Neste, foram 2.331 e 1.254 via WhatsApp 24h.

Além disso, 442 demandas foram recebidas presencialmente, no posto no Terminal Rodoviário Engenheiro Huascar Angelim (Rodoviária de Manaus), no bairro Flores, zona centro-sul; 207 pelo sistema Fala.BR (plataforma de acesso à informação); 82 via telefone 0800 280 858; e 48 por e-mail (ouvidoria@arsepam.am.gov.br) e pelo Sistema Eletrônico do Serviço de Informações ao Cidadão (e-SIC).

Os atendimentos presenciais e no 0800 ocorrem de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h. Outras informações podem ser obtidas no site www.arsepam.am.gov.br e por meio das redes sociais Arsepam Amazonas (Instagram e Facebook).

Finalidade – A Ouvidoria da Arsepam tem o objetivo de examinar as situações registradas e, quando possível, solucionar diretamente a problemática entre as partes envolvidas. Após realizar o contato entre os usuários, caso não haja êxito imediato, as demandas são encaminhadas ao setor técnico responsável, para adoção das devidas providências. O desfecho da problemática é monitorado para que ocorra, posteriormente, o retorno ao usuário.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.