Wednesday, 17 de August de 2022 09:42
83.9.9606-0256
Geral Paraná

“Fizemos aquilo que faltou durante 30 anos”, diz governador sobre a Ponte de Guaratuba

Duas pontes, que garantem a integração nos dois extremos do Paraná, marcam o que tem sido a gestão de Carlos Massa Ratinho Junior no Estado: um gov...

01/07/2022 14h20
Por: Redação Fonte: Secom Paraná
Foto: Albari Rosa/AEN
Foto: Albari Rosa/AEN

Duas pontes, que garantem a integração nos dois extremos do Paraná, marcam o que tem sido a gestão de Carlos Massa Ratinho Junior no Estado: um governo de grandes obras. O governador lançou nesta sexta-feira (1) o edital de contratação integrada dos projetos e da construção da Ponte de Guaratuba , uma demanda histórica do Litoral. Do outro lado do Estado, na região o Oeste, a Ponte de Integração Brasil-Paraguai será a segunda ligação de Foz do Iguaçu com o País vizinho. Iniciado nesta gestão, o projeto já chega a 84% de execução .

De Leste a Oeste e de Norte a Sul do Paraná, os projetos de infraestrutura executados pelo Governo do Estado vão resolver gargalos logísticos que perduram há décadas. “Assim que assumi o governo, pedi à minha equipe para que levantasse todos os projetos aguardados há mais de 30 anos pela população, mas que não saíam do papel. Agora, em três anos e seis meses de gestão, tenho orgulho de mostrar todas essas realizações”, destacou Ratinho Junior. “Temos a oportunidade de fazer uma grande transformação logística no Estado”.

“Fizemos aquilo que faltou durante 30 anos, que foi a elaboração dos projetos executivos e dos estudos básicos para viabilizar a ponte e outras grandes obras. Por isso, estamos conseguindo tirar do papel”, afirmou.

Segundo o governador, a obra da ponte resolver não apenas um problema de agora, mas dos próximos 30 ou 40 anos. “É uma obra completa, com quatro pistas, ciclovia nos dois lados, área de pedestre e uma iluminação cênica, porque ela será um cartão postal”, disse. “Este não é um projeto de Guaratuba ou de Matinhos, mas de todo o Paraná. É uma realização da sociedade que elegeu esse projeto como prioritário para o desenvolvimento integral do nosso Estado”.

LITORAL– O anúncio da construção da nova ponte, que deve reduzir o tempo médio de travessia da Baía de Guaratuba dos mais de 30 minutos atuais para apenas dois minutos, é feito menos de uma semana depois do início de outra obra emblemática que já muda a paisagem do Litoral paranaense. No último sábado (25), foi iniciada a etapa de dragagem da revitalização da Orla de Matinhos , com a ampliação da faixa de areia desde Caiobá até o Balneário Flórida, que terá de 70 a 100 metros de largura.

“É um complemento de um projeto que fazemos para o Litoral como um todo, com investimento na Orla de Matinhos, que está um sucesso e representa uma transformação para a região. O número de empresas com interesse de construir hotéis, pousadas e restaurantes no Litoral já aumentou muito nas últimas semanas”, ressaltou o governador.

O prefeito de Guaratuba, Roberto Justus, destacou que a obra beneficia não apenas os moradores da cidade, mas todos os paranaenses, principalmente aqueles que aproveitam as praias da região durante a temporada. “É a obra do pessoal da Região Metropolitana de Curitiba que vai muito ao nosso Litoral, obra dos veranistas que têm casa lá e também do nosso povo, que sofre diariamente com a travessia”, disse.

“Quando falamos de desenvolvimento, falamos de sustentabilidade. A ponte sobre a Baía de Guaratuba é emblemática, ela marca a gestão do Ratinho Junior e marca essa postura de desenvolvimento sustentável do Estado do Paraná”, afirmou Justus.

Para o prefeito de Matinhos, Zé da Ecler, essas transformações são essenciais para promover a principal vocação da região, que é o turismo. “O Litoral do Paraná estava desleixado, abandonado, uma locomotiva do turismo que ninguém cuidava. Agora a história é diferente”, salientou.

O prefeito de Paranaguá, Marcelo Roque, que preside a Associação dos Municípios do Litoral do Paraná (Amlipa), afirmou que os investimentos recentes são os maiores dos últimos 40 anos. “O Governo do Estado está tendo a coragem de tirar essas obras do papel, que trazem desenvolvimento ao nosso Litoral. É uma vitória para todos os municípios, porque destrava o caminho para o progresso”, disse.

EM TODO PARANÁ– A transformação da infraestrutura do Paraná iniciou com a elaboração de um banco de projetos , lançado já no primeiro ano de gestão. O Governo do Estado R$ 350 milhões para desenvolver projetos executivos que pudessem viabilizar e agilizar obras de reestruturação de rodovias, ferrovias e da segurança pública.

Como resultado dessa iniciativa, está o ritmo avançado de obras que, antes disso, tinham ficado apenas na promessa. No Sudoeste do Paraná, por exemplo, os buracos que causavam prejuízo e acidentes, além de atrasar o caminho de quem trafegava pela PRC-280, dão agora lugar a uma camada grossa de concreto.

O Governo do Estado investe R$ 107,4 milhões na revitalização de quase 60 quilômetros da rodovia , desde Palmas ao Trevo Novo Horizonte, em General Carneiro, no acesso a Santa Catarina. É a primeira obra estadual a utilizar a técnica whitetopping, que consiste na aplicação de concreto diretamente sobre o asfalto, o que garante mais durabilidade ao pavimento.

Para aguentar o fluxo intenso de veículos pesados, a duplicação da PR-092, a Rodovia dos Minérios também contará com pavimento de concreto. A revitalização da rodovia que liga Curitiba à área Norte da Região Metropolitana é mais um exemplo de uma obra prometida por anos, mas que nunca saía do papel. Além de um primeiro trecho em execução, o governador Ratinho Junior liberou, há um mês e meio, a duplicação de mais uma etapa .

A modernização da infraestrutura viária conta, ainda, com obras como a duplicação do Contorno Oeste de Cascavel e a construção do Trevo Cataratas, além de outros grandes projetos na região Oeste, incluindo a Ponte de Integração Brasil-Paraguai. Na área Norte do Estado, o destaque é para a duplicação da PR-445, entre Londrina e Mauá da Serra, além das terceiras faixas da PR-092, desde os Campos Gerais até o Norte Pioneiro.

O gargalo logístico e os acidentes causados pelos problemas da PR-323 também estão ficando no passado, com o avanço das obras de duplicação e aumento da capacidade em quatro trechos diferentes. A revitalização da Estrada da Boiadeira e a duplicação da PR-317, entre Maringá e Iguaraçu, também são emblemáticas na região.

Já na região central, o destaque é para a pavimentação entre Pitanga e Mato Rico, que vai garantir a integração a um dos últimos municípios paranaenses que ainda não tinha contava com ligação asfáltica, além da duplicação da BR-277 em Guarapuava.

Foto: Reprodução/Secom Paraná
Foto: Reprodução/Secom Paraná

Foto: Albari Rosa/AEN


OUTROS PROJETOS– Além do rodoviário, todos os modais de infraestrutura são contemplados. O grande destaque é o projeto da Nova Ferroeste, que teve o edital lançado em tempo recorde e já está em sua última etapa antes do leilão que será feito na Bolsa de Valores. “A descida de trem para Paranaguá foi feita, pela última vez, por obra de Dom Pedro II, e 120 anos depois teremos um novo traçado férreo até o Litoral”, disse o governador.

Mais do que a infraestrutura, a visão do Governo do Estado se desdobra por todas as áreas, com atenção especial na questão social, com projetos como o Cartão Comida Boa, o Energia Solidária, o Água Solidária e o maior projeto habitacional do País. “O fato de estarmos fazendo grandes obras e tirando grandes sonhos do papel, não deixa de lado os projetos sociais que têm como foco os mais vulneráveis”, ressaltou Ratinho Junior.

“Eu sabia que seria importante fazer um projeto transformador para o Estado, e transformar é resolver os grandes desafios, o que temos feito ponto a ponto”, salientou. “Estamos elevando o Paraná ao patamar que ele merece. Esse estado que é o maior produtor de alimento por metro quadrado, um dos maiores polos automotivos do Brasil, tem um Litoral fantástico, as Cataratas do Iguaçu, é cortado por importantes bacias hidrográficas e que, acima de tudo, é uma terra de gente que trabalha e cuida, merecia toda essa atenção”.

PRESENÇAS– Participaram da solenidade o vice-governador Darci Piana; os chefes da Casa Civil, João Carlos Ortega; e da Casa Militar, tenente-coronel Sérgio Vieira; os secretários estaduais do Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas, Augustinho Zucchi; da Comunicação Social e da Cultura, João Debiasi; do Planejamento e Projetos Estruturantes Louise Garnica; os diretores-gerais do DER/PR, Alexandre Castro Fernandes; e do Detran-PR, Adriano Furtado; os presidentes da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia; da Copel, Daniel Slaviero; da Compagas, Rafael Lamastra; da Junta Comercial do Paraná, Marcos Rigoni; do Movimento Pró-Paraná, Marcos Domakoski; e da Associação Comercial do Paraná (ACP), Camilo Turmina; os diretores-presidentes da Invest Paraná, Eduardo Bekin; do Instituto Ambiental do Paraná (IAT), José Volnei Bisognin; do Fundepar, Marcelo Pimentel Bueno; da Cohapar, Jorge Lange; da Comec, Gilson Santos; o comandante-geral da Polícia Militar do Paraná, coronel Hudson Teixeira; os deputados federais Sandro Alex e Paulo Martins; os deputados estaduais Nelson Justus, Mara Lima, Pedro Paulo Bazana e Galo; além de prefeitos, vereadores e outras lideranças políticas do Litoral.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
João Pessoa - PB
Atualizado às 09h26 - Fonte: Climatempo
24°
Muitas nuvens

Mín. 21° Máx. 29°

24° Sensação
30 km/h Vento
94% Umidade do ar
83% (2mm) Chance de chuva
Amanhã (18/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 29°

Sol e Chuva
Friday (19/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 30°

Sol e Chuva