Monday, 15 de August de 2022 18:42
83.9.9606-0256
Justiça Acre

Direitos Humanos celebra o Dia do Migrante no abrigo estadual

Celebrando o dia do migrante, comemorado nacionalmente no dia 25 de junho, o governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Assistência Socia...

24/06/2022 19h05
Por: Redação Fonte: Secom Acre
Foto: Reprodução/Secom Acre
Foto: Reprodução/Secom Acre

Celebrando o dia do migrante, comemorado nacionalmente no dia 25 de junho, o governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social, dos Direitos Humanos e Políticas para as Mulheres (SEASDHM), promoveu comunhão e festividade no abrigo estadual de migrantes, locado na Chácara Aliança, em Rio Branco.

A data de 25 de junho foi selecionada para exaltar as pessoas que deixam seus locais de origem em busca de melhores condições. Foto: Marcos Vicentti/Secom
A data de 25 de junho foi selecionada para exaltar as pessoas que deixam seus locais de origem em busca de melhores condições. Foto: Marcos Vicentti/Secom

Além da equipe do governo, o abrigo recebeu representantes do Ministério Público e da Defensoria Pública da União, instituições que trabalham em parceria na promoção de políticas públicas de migração e lutam pelo pleno funcionamento do fluxo migratório do Acre. 

Na ocasião, autoridades realizaram um tour pelo abrigo e conversaram com os migrantes e servidores do Estado, conhecendo a realidade diária do trabalho de acolhimento e apoio, além de suas dificuldades e conquistas. 

“Vejo o movimento da equipe do Estado, que são pessoas comprometidas com a causa e vão além, doando um esforço pessoal”, parabeniza a procuradora-geral Kátia Rejane. Foto: Franklin Costa/SEASDHM
“Vejo o movimento da equipe do Estado, que são pessoas comprometidas com a causa e vão além, doando um esforço pessoal”, parabeniza a procuradora-geral Kátia Rejane. Foto: Franklin Costa/SEASDHM

Suzana Rocha, coordenadora do abrigo estadual, apresentou as dependências que gere e destacou: “O Estado busca suprir todas as necessidades dos migrantes acolhidos. Nosso trabalho diário com essas famílias deve ser feito com amor e compreensão, sendo um porto seguro nesse momento difícil de vulnerabilidade”.

Ana Paula Lima, titular da SEASDHM, reforça: “A questão migratória é prioridade do Estado. Conto com o apoio de uma equipe muito competente e me felicito com os avanços que já conquistamos, mas temos pretensão de ir além”. A gestora estadual também parabenizou as demais instituições: “Todos nós temos nos desdobrado para o andamento da política migratória no Acre e juntos estamos caminhando, unindo esforços e garantindo direitos humanos para todos”.

“A sensibilização quanto a políticas públicas é um trabalho árduo de convencimento, precisamos de um olhar sensível para atender as pessoas e lhes darem melhores condições de vida”, aponta Ana Paula Lima. Foto: Marcos Vicentti/Secom
“A sensibilização quanto a políticas públicas é um trabalho árduo de convencimento, precisamos de um olhar sensível para atender as pessoas e lhes darem melhores condições de vida”, aponta Ana Paula Lima. Foto: Marcos Vicentti/Secom

Kátia Rejane, procuradora-geral do Ministério Público do Acre, e coordenadora do Centro de Apoio de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania (Caop DDHC), se mostra comprometida com a causa e assegura: “Celebro todos esses profissionais que recebem a missão de trabalhar com a política migratória e se empenham em dar o seu melhor, munidos de empatia e comprometimento”. 

Gesto de agradecimento

Os profissionais também foram agraciados com palavras de agradecimento da venezuelana Dayana Paradas de Juarez, representando todos os 52 acolhidos pelo Estado no momento. Na sua língua materna ela expressou gratidão por toda a ajuda que têm recebido no Brasil e o companheirismo da equipe estadual. 

Como forma de retribuição e de celebração, os migrantes prepararam pratos típicos da culinária venezuelana. Dayana conta: “Esses pratos são do costume de nossa cultura, geralmente feitos nos dias de domingo, para serem consumidos com toda a família unida”, diz ao convidar todos para degustar o cardápio.

Além dos pratos típicos, os migrantes realizaram apresentações artísticas de dança e teatro para os convidados. Foto: Marcos Vicentti/Secom.
Além dos pratos típicos, os migrantes realizaram apresentações artísticas de dança e teatro para os convidados. Foto: Marcos Vicentti/Secom.

O menu era composto por carne desfiada temperada com diversos condimentos, como alho e pimentão, acompanhada de banana frita, arroz branco e feijão preto, muito consumidos no país de origem da grande maioria dos migrantes recebidos pelo Estado. Como bebida, foi servido suco de limão com rapadura, chamado de papelón con limon, líquido refrescante servido nas horas mais quentes do dia.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
João Pessoa - PB
Atualizado às 18h33 - Fonte: Climatempo
25°
Poucas nuvens

Mín. 21° Máx. 29°

25° Sensação
13 km/h Vento
74% Umidade do ar
90% (5mm) Chance de chuva
Amanhã (16/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 29°

Sol e Chuva
Wednesday (17/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 29°

Sol e Chuva