Saturday, 02 de July de 2022 14:36
83.9.9606-0256
Entretenimento Entretenimento

Imigração japonesa no Brasil completa 114 anos

Eventos culturais na capital paulista celebram a cultura nipônica entre junho e julho

21/06/2022 13h45
Por: Redação Fonte: Agência Dino
Créditos: Wagner Romano
Créditos: Wagner Romano

Os 114 anos da imigração japonesa no Brasil, comemorados no dia 18 de junho deste ano, tem como marco inicial a chegada do navio Kasato Maru no porto de Santos, trazendo os primeiros 781 imigrantes japoneses a bordo. A partir daí, acordos entre os dois países foram assinados para viabilizar a vinda de mais de 3 mil japoneses ao Brasil. Em 1914, o número de trabalhadores japoneses em São Paulo já estava em torno de 10 mil pessoas. Segundo o Centro de Estudos Nipo-Brasileiros, estima-se que entre 1908 e 1941 cerca de 188 mil japoneses tenham imigrado para o Brasil; e entre 1925 e 1935, foram 135 mil imigrantes. Atualmente, o Brasil é reconhecido como a maior comunidade japonesa do mundo fora do Japão (cerca de 2 milhões de pessoas).

Símbolos do elo entre Japão e Brasil, festivais e centros culturais nipônicos se estabeleceram como marcos da relação entre ambas as culturas, principalmente na cidade de São Paulo, e recebem milhares de visitantes, sendo eles descendentes de japoneses ou não.

Uma delas é a Japan House São Paulo, instituição dedicada a mostrar diferentes vertentes do Japão contemporâneo e da cultura japonesa como um todo, por meio de exposições, workshops, atividades e conteúdos disponíveis em suas redes sociais. No mês de junho, a instituição sediada na Avenida Paulista comemora o aniversário da imigração japonesa com a exposição Kumihimo, a arte do trançado japonês com seda, por Domyo, que aborda a tradicional técnica japonesa de confecção de cordões de seda, sua transformação ao longo do tempo e as possibilidades de seu uso para o futuro, a partir de três instalações, mais de 30 reproduções de peças de kumihimo históricas, ferramentas utilizadas pelos artesãos e vídeos que contam com recursos de acessibilidade. A mostra se baseia no trabalho realizado pela empresa familiar de Tóquio, Domyo, que há mais de dez gerações produz estes cordões feitos à mão por artesãos que trabalham exclusivamente para a companhia. O público pode visitar a exposição no segundo andar da Japan House São Paulo gratuitamente até 28 de agosto.

Ainda no clima das comemorações, o Festival do Japão, um dos maiores festivais anuais da cultura nipônica, representando as 47 províncias que compõem o Japão, chega a sua 23ª edição entre os dias 15 e 17 de julho, no São Paulo Expo. Nos três dias de evento, são realizados shows, exposições, apresentação de danças típicas e de artes marciais, workshops, cerimônia do chá e atividades gratuitas com o objetivo de preservar e divulgar a cultura japonesa e transmitir as tradições para as novas gerações. Além da programação, o festival também conta com estandes de culinária típica regional das províncias japonesas e com o Akiba Cosplay Summit, evento que reúne cosplayers de todo o Brasil.

Outra festividade anual ligada aos costumes japoneses é o Tanabata Matsuri, também conhecido como Festival das Estrelas, que será realizado no Bairro da Liberdade nos dias 9 e 10 de julho, com programação cultural gratuita, das 10h30 às 18h, além de gastronomia típica. O evento tem origem na lenda sobre o amor da princesa Orihime e do pastor Hikoboshi, destinados a atenderem todos os pedidos vindos da Terra para poderem atravessar a Via Láctea e se reencontrarem uma vez por ano. Na história, o casal é representado pelas estrelas Vega e Altair, localizadas nos extremos opostos da Via Láctea e podem ser vistas juntas uma vez no ano.

Durante o Tanabata Matsuri, o costume é escrever os desejos nos tanzaku (pequenas tiras de papel colorido), pendurá-los em ramos de bambu e, ao final da festa, queimar os papéis para que os desejos cheguem ao céu, e possam ser atendidos. Celebrado desde meados do século XVII no Japão, o primeiro Tanabata Matsuri brasileiro foi realizado no Paraná, em 1978, mas logo o costume ganhou terreno no país e hoje é realizado em várias cidades brasileiras.


Serviço:
Exposição Kumihimo - A arte do trançado japonês com seda, por Domyo
Período: até 28 de agosto de 2022
Local: Japan House São Paulo – Avenida Paulista, 52, Bela Vista (São Paulo, SP)
Horários: terça a sexta-feira, das 10h às 18h; sábados, das 9h às 19h; domingos e feriados, das 9h às 18h
Reserva online antecipada (opcional): https://agendamento.japanhousesp.com.br
A exposição conta com recursos de acessibilidade

43º Tanabata Matsuri – Festival das Estrelas
Datas: 9 e 10 de julho de 2022
Horário: 10h às 18h
Local: Praça da Liberdade, s/n, Liberdade (São Paulo, SP)

23º Festival do Japão
Datas: 15 a 17 de julho de 2022
Local: São Paulo Expo - Rodovia dos Imigrantes, km 1,5 (São Paulo, SP)
Horários: sexta (15/7), das 11h às 21h, sábado (16/7), das 9h às 21h e domingo (17/7), das 9h às 18h
Ingressos: www.guicheweb.com.br/festivaldojapao
Site: https://www.festivaldojapao.com/

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
João Pessoa - PB
Atualizado às 14h25 - Fonte: Climatempo
25°
Chuva fraca

Mín. 23° Máx. 29°

25° Sensação
24 km/h Vento
94% Umidade do ar
90% (50mm) Chance de chuva
Amanhã (03/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 26°

Chuvoso
Monday (04/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 27°

Sol com muitas nuvens e chuva