SiteLock
16/01/2017 14:59

Secretaria ganha nova denominação e inicia modernização em Boa Vista

Com a nova gestão administrativa no município de Boa Vista, região metropolitana d...

Com a nova gestão administrativa no município de Boa Vista, região metropolitana de Campina Grande, secretarias passarão por reformulações objetivando modernizar os serviços e dispensar atendimento mais humanizado à população. Mudanças iniciarão com a Secretaria de Assistência Social, que além de ganhar nova denominação passará a realizar o acompanhamento mais constante e efetivo aos beneficiários dos diversos programas.

A Secretaria Municipal de Assistência Social passa a se chamar Secretaria Municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano (SMASDH), iniciando a série de mudanças e melhorias elencadas pelo executivo municipal. Tal alteração tem como objetivo a modernização da secretaria e a possibilidade de dar maior abrangência aos programas e ações sociais. Quem responde pela secretaria é o vereador Herbert Vagner Virgínio, que já teve passagem pela pasta em gestões anteriores.

A reformulada SMASDH iniciará realizando diversos levantamentos, atualizando cadastros e listando as necessidades mais urgentes e necessárias das famílias atendidas pelos diversos programas sociais existentes no município, conforme explicou o secretário municipal. “Atendendo a determinação do prefeito, iremos realizar um levantamento minucioso dos beneficiários e quais as necessidades principais encontradas, possibilitando que a prefeitura seja mais eficiente no atendimento” revela Herbert Vagner.

Os beneficiários do programa que concede fraldas geriátricas já começaram a receber a visita dos assistentes sociais, que realizam um novo cadastramento, mais completo e eficaz. Será também realizado um levantamento socioassistencial de todas as famílias que residem em Boa Vista, em busca de conhecer como são formadas e quais as principais necessidades.

Um novo recadastramento do Cadastro Único também será realizado em breve, com a inclusão de novos beneficiários e o acompanhamento dos que já se encontram inscrito nos programas sociais. Será através deste recadastramento que a prefeitura poderá coletar dados e informações para identificar todas as famílias de baixa renda e assim poder conceder benefícios assistenciais e mapear as necessidades existentes no município.