SiteLock
07/01/2017 11:21

Prefeituras da PB começam ano no escuro com dívidas de R$ até R$ 700 mil

Empresa de energia, contudo, informou que as gestões municipais podem realizar o pag...

Empresa de energia, contudo, informou que as gestões municipais podem realizar o pagamento ou negociar as dívidas a qualquer momento e saírem do sufoco.

Onze cidades paraibanas passaram o mês de dezembro no escuro porque os prefeitos não haviam pago as dívidas da gestão com a Energisa. O montante do débito chegava a R$ 700 mil. Foi literalmente no apagar das luzes que alguns desses gestores negociaram suas contas. Segundo o Correio Online, dessas, quatro ainda estão com a luz cortada e com uma dívida de R$ 66 mil. Veja ilustração abaixo.

Ainda em dezembro, cinco prefeitos quitaram o débito de R$ 535 mil e a energia voltou à normalidade antes do réveillon. Depois do constrangimento de serem empossados no escuro, outros dois negociaram a dívida de R$ 162 mil. Curral de Cima e Pilõezinhos pagaram a conta já no mês de janeiro mas as prefeituras de Monte Horebe, Triunfo, Alcantil e Borborema ainda continuam na escuridão.

A empresa de energia, contudo, informou que as gestões municipais podem realizar o pagamento ou negociar as dívidas a qualquer momento e saírem do sufoco. “A Energisa sabe das dificuldades das prefeituras para efetuarem o pagamento e já disponibiliza 15 dias de tolerância para os pagamentos, passando disso, notificamos a prefeitura e cortamos a energia. Os novos prefeitos podem negociar o débito a qualquer momento. Estamos à disposição, basta entrar em contato com o departamento de relacionamento para negociarmos a dívida”, declarou Daniel Andrade, gerente do departamento de serviços comerciais da Energisa.

O montante

A dívida total das prefeituras em dezembro de 2016 era de quase R$ 700 mil. Baía da Traição devia R$ 160 mil mas quitou o débito antes do fim do ano. Curral de Cima entrou em 2017 no escuro e empossou o prefeito eleito a luz de velas, a dívida era de R$ 140 mil, mas o novo gestor conseguiu negociar.

Má gestão

Das seis prefeituras que entraram o ano no escuro, cinco passaram por mudanças na eleição de 2016, o que mostra o reflexo da má gestão dos ex-prefeitos que afogaram as respectivas prefeituras num poço de dívidas.

Pagamento

Para os novos prefeitos organizarem a situação das prefeituras, basta entrar em contato com o departamento de relacionamento da Energisa e agendar o pagamento. O pagamento pode ser realizado a qualquer momento.

Levantamento do Correio Online mostra situação das prefeiturasFoto: Levantamento do Correio Online mostra situação das prefeituras
Créditos: Reprodução/Correio Online